Luiz Lustosa Cabral

ABRIR NO FORMATO DE IMPRESSÃO

DESCENDÊNCIA DE LUIZ LUSTOSA CABRAL

 
01.01.01.02.01.01 – Luiz Lustosa Cabral
  Esposa: Maria Lustosa Cabral (01.01.01.02.08/06), filha de Vicência Lustosa

Cabral e João Bento da Costa Araújo

Filhos:    Maria do Carmo (Carminha), José Luís, Joana (Bindu), Luís Gonzaga
                e Raimundo (Cabralzinho).

            CAPELA DO CORAÇÃO DE JESUS

(no sitio São Bento)

A Capela do Coração de Jesus, no sítio São Bento, Patos – PB, foi construída em 1910, pelo agropecuarista Luís Lustosa Cabral, em cumprimento à uma promessa por ter se salvado milagrosamente, à noite, ao cair de um navio no rio Juruá, afluente do rio Amazonas, e por ter recuperado toda a bagagem – fato que se deu em 1910, quando participava, ao lado de muitos, da arrojada luta pela borracha.

Prometera ao Coração de Jesus – de cuja medalha ao pescoço se valeu, nadando em grande aflição ao luar – a Lhe edificar uma capela, tão logo regressasse ao seu estado natal.

Em seu retorno, Luís Lustosa Cabral fixou residência em São Bento – PB, onde já residiam seus familiares. Ali cumpriu sua promessa, construindo a capela em honra ao Coração de Jesus, porém não chegou sequer a assistir à primeira missa celebrada na capela como também não conheceu a imagem do Sagrado Coração de Jesus que, na época, veio de Roma, em virtude seu falecimento aos 50 (cinqüenta) anos.

Luís Lustosa Cabral criou 5 (cinco) filhos: Maria do Carmo (Carminha), Luís Gonzaga, Joana (Bindu – mesmo apelido da avó, Maria de Azevedo Cabral, primeira professora pública de Patos-PB, com nomeação em 1871), José Luís e Raimundo (Cabralzinho) Lustosa Cabral.

Foram zeladores dessa capela a esposa de Luís Lustosa Cabral, Maria (Quinha) Lustosa Cabral, por 4 (quatro) anos, seguida por sua irmã Miquelina (Doninha) Lustosa Cabral, de 1914 a 1924, ao se mudar para retornar em 1927, quando comprou parte de terra e a reconstruiu parcialmente, permanecendo até 1946, ano em que a substituiu o seu filho Manoel (Senhor) Cabral da Nóbrega para em 1976 dar vez a a José Soares de Oliveira (esposo de uma Cabral), ainda hoje zelador. Todos eles contaram sempre com a substancial ajuda dos filhos e irmãos do fundador citado, de outros membro da família Cabral, de São Bento e do sítio Carnaúba, não tão distante, bem como de agricultores-proprietários dos sítios circunvizinhos, ora através de seus préstimos, ora em dinheiro ou material sacro, e não faltaram até as pontuais espórtulas de tantos mais.

Em 27 de dezembro de 1963, ademais, a capela recebeu em doação 1 (um) hectare de terra , do seu dinâmico zelador de 30 (trinta) anos Manoel (Senhor) Cabral da Nóbrega, onde se deu a origem de um povoado

Ressalte-se que nessa Capela foi celebrada a cerimônia da Crisma de José Lustosa Cabral, responsável por este “site”

Dentre os sacerdotes que passaram pela capela citam-se: Pe. Francisco Lopes de Sousa, o inesquecível Padre Lopes de 35 anos atrás, que semanas inteiras era presença, Cônego João Noronha, o bom sisudo que nunca ficava para o almoço, e o Pe. Levi Rodrigues de Oliveira, o conhecido e amigo de todos.

 

São Bento, 21 de julho de 1963

 

José Lustosa Cabral

Neto do fundador

01.01.01.02.01.01
01.00.00.00.00.01 – Maria do Carmo Lustosa Cabral (Carminha)
Esposo: João da Nóbrega Cabral  (01.01.01.02.08/02.01), filho de
               Miquelina Lustosa Cabral e Manoel Nóbrega de Figueiredo Costa
Filhos:    Sebastião, Maria, Elizabete, Manoel,   Terezinha, Maria de  Nazaré,
               Miquelina, José, Geraldo, Raimundo, Antônio, Miguel e João.
               Relacionados no item 01.01.01.02.08/02.01.00.00.00
01.01.01.02.01.01
02.00.00.00.00.00 – José Luiz Cabral
Esposa: Almira Carneiro
Filhos:   Maria do Socorro, Sônia, Martinho e Sílvio
01.01.01.02.01.01
01.00.00.00.00.00 – Maria do Socorro
01.01.01.02.01.01
02.02.00.00.00.00.– Sônia
01.01.01.02.01.01
02.03.00.00.00.00 – Martinho
01.01.01.02.01.01
02.04.00.00.00.00 – Silvio
01.01.01.02.01.01
03.00.00.00.00.00 – Joana Lustosa Cabral (Bindu)
Esposo: Jeová Bezerra
Filhos:   José, Antônio, Maria do Socorro, Teresinha,
              Aurita e Elizabete
01.01.01.02.01.01
03.01.00.00.00.00 – José Bezerra
Esposa: Magnólia Dutra Bezerra
Filhos:   Geovania, Geordania, Jonara, José e Mariana
01.01.01.02.01.01
03.01.01.00.00.00 – Geovania Bezerra
01.01.01.02.01.01
03.01.02.00.00.00 – Geordania Maria Dutra Bezerra Nóbrega
Esposo: Jacques Cabral da Nóbrega
Filhos:
01.01.01.02.01.01
03.01.03.00.00.00 – Jonara Bezerra
01.01.01.02.01.01
03.01.04.00.00.00 – José Bezerra Filho
01.01.01.02.01.01
03.01.05.00.00.00 – Mariana Bezerra
 
01.01.01.02.0101  
03.02.00.00.00.00 – Antônio Cabral Bezerra
Esposa: Maria Cleine Ramos Bezerra
Filhos:   Cláudia, Carlos e Cinthia
01.01.01.02.01.01
03.02.00.00.00.00 – Cláudia
01.01.01.02.01.01
03.02.00.00.00.00 – Carlos
01.01.01.02.01.01
03.02.00.00.00.00 – Cinthia
 
01.01.01.02.01.01  
03.03.00.00.00.00 – Maria do socorro Bezerra
Esposo: José Inocêncio de Araújo
Filhos:    Ana Renata
01.01.01.02.01.01
03.03.01.00.00.00 – Ana Renata
   
01.01.01.02.01.01
03.04.00.00.00.00 – Terezinha Bezerra Japiassu
  Esposo: Sebastião Wilde Japiassu
  Filhos:   Jussara, Glauco e Fernando
 
01.01.01.02.01.01
03.04.00.00.00.00 – Jussara
 
01.01.01.02.01.01
03.04.00.00.00.00 – Glauco
01.01.01.02.01.01
03.04.00.00.00.00 – Fernando
 
01.01.01.02.01.01
03.05.00.00.00.00 – Aurita Bezerra (falecida)
01.01.01.02.01.01
03.06.00.00.00.00 – Elizabete Bezerra
Esposo: Augusto Passos
Filhos:   Rogério e Ronaldo
01.01.01.02.01.01
01.03.06.00.00.00 – Rogério
01.01.01.02.01.01
03.06.00.00.00.00 – Ronaldo
01.01.01.02.01.01
04.00.00.00.00.00 – Luís Gonzaga Lustosa Cabral
Esposa: Joana
01.01.01.02.01.01
05.00.00.00.00.00 – Raimundo Lustosa Cabral (Cabralzinho) – Faleceu solteiro