Bernardino Ferreira Lustosa (Monsenhor)

ABRIR NO FORMATO DE IMPRESSÃO

GENEALOGIA DOS LUSTOSA CABRAL NO BRASIL
E SUA LOCALIZAÇÃO EM PATOS – PARAÍBA

BERNARDINO LUSTOSA

01.01.04.02.00 – Bernardino Lustosa (Monsenhor). Obs.: Vigário em Fortaleza – CE.
durante longos anos

Nasceu na Paraíba, em 1831, em Patos. Ordenou-se em Pernambuco, 1858.
Faleceu em Fortaleza, 31 de agosto de 1915.
Antes de vir para o Ceará, em abril em 1877, paroquiou algumas freguesias do Rio
Grande do Norte.
Coadjutor de Acaraú, 15 de setembro de 1877 a 12 de julho de 1878. Posse,
07 de outubro.
Vigário de Palma, 12 de julho de 1878 a 05 de novembro de 1889. Posse, 04 de agosto.
Vigário de Uruburetama, 05 de novembro de1889 a novembro de 1890. Posse, 10 de
novembro.
Vigário de Soure, 07 de novembro de 1890 a 18 de setembro de 1893. Posse, 09 de
setembro.
Em setembro de 1893, foi Visitador Diocesano na Ibiapaba, onde crismou para mais de 14
mil.
Cura de Tianguá, 06 de fevereiro de 1894 – meses.
2ª vez Vigário de Soure, 10 de maio de 1894 a 22 de janeiro7 de 1893. Posse, 13 maio.
2ª vez Cura de Tianguá, 22 de novembro de 1897 a 21 de julho de 1899. Duas
vezes secretariou Dom Joaquim, em viagens ao Sul. Foi quem reergueu a Igreja de
Tianguá.
Cônego em 1899 e Monsenhor, 28 de maio de 1915.
Teve uma Carta Comendatícia para o Rio a 09 de março de 1898. Era o seu irmão o
Cônego Ferreira Lustosa, falando em São José de Mipibu (Rio Grande do Norte) a 10 de
agosto de 1894.
Eram os seus sobrinhos os Monsenhores Vicente Lustosa e Manoel Fernando Lustosa de
Lima e o Padre Emílio Leite Álvares Cabral. Assinava-se a princípio “Bernardino de Sena
Ferreira Lustosa”. Notável abolicionista – Cavaleiro da Ordem da Rosa.
Capelão de São Francisco de Paula, em Fortaleza, 1914.
Logo depois de ordenado, foi Coadjutor de São José de Mipibu – Rio Grande do Norte.
Residiu 06 anos em Vera Cruz, depois que foi Vigário de Santa Cruz, no Rio Grande do
Norte, e Coadjutor de Goianinha, e depois de São Gonçalo.
Coadjutor de Goianinha, e depois de São Gonçalo.
Irmão do Cônego Gregório Ferreira Lustosa, logo filho de Joaquim Ferreira
Lustosa e Antônio Maria da Conceição.
Cônego Gregório, falecido, com 76 anos e Vigário Colado desde 1842, de São
José de Mipibu (Rio Grande do Norte) nasceu em Patos (Paraíba), em 1818.
O outro Padre Bernardino foi Coadjutor de São José de Mipibu, de seu irmão Padre
Gregório, treze anos mais velho e seu educador e pai de criação (“A Verdade” de 19 de
agosto de 1894).
Em 1889, já era Cônego, pois assim se assinava como Vigário de Palma.
“A Verdade” dizia-o “filho do Rio Grande do Norte”…

Fonte: Ungidos do Senhor na Evangelização do Ceará – Pe. Aureliano Silveira